top of page
Buscar
  • Foto do escritorCorina Wai

O Sonho Possível 2

No planeta Terra, era o ano de 2015, e em Barueri, São Paulo, Brasil, o grupo Spiritus Mundi foi

atuante pelo tempo que foi necessário, até atingir seu objetivo. Plantando a semente em mim,

do que viria a ser o Jardim em Gotas.


Dentro do Spiritus Mundi tínhamos orientações específicas das ervas que usaríamos em cada

fórmula, e seguimos à risca as orientações espirituais canalizadas para a confecção dos elixires

e florais, com sucesso. Entretanto, eu via que o jardim tinha belos exemplares de várias plantas

para serem aproveitadas, que não constavam na lista solicitada para as fórmulas. Então depois

que encerramos os trabalhos do Spiritus Mundi, nasceu em mim a vontade de fazer algo sem

compromisso, mas usando aquilo que estava pulsando no jardim, e foi assim que iniciei uma

nova jornada, mas na época eu ainda não fazia ideia do que estava prestes a começar, o que

eu queria era fazer minha própria essência vibracional com o que o meu jardim estava me

oferecendo...


Foi assim que nasceu a primeira fórmula, a essência vibracional 77 SETE ERVAS, era o ano de

2016 no planeta Terra.


O vaso das 7 Ervas, que já faz parte da cultura popular brasileira, como um excelente presente

para proteção de quem o recebe, sempre me chamou a atenção ao ponto de dar e receber o

mesmo com frequência. Aqui, depois do vaso, as plantas vão para o jardim, então tenho todas

as plantas já em loco. Pensei... estas plantas têm um forte back up na cultura popular

ancestral, deve ter um motivo, por que não fazer uma essência vibracional com a informação

da frequência de onda destas plantas maravilhosas?


Então assim o fiz, para uso pessoal e para uso no balde, na limpeza pesada dos ambientes.

Qual não foi minha surpresa quando compartilhei esta informação com duas amigas

terapeutas muito queridas e elas falaram que usar isso no balde, na limpeza pesada, era um

desperdício, que elas queriam é tomar isso aí!


Fiquei atônita, então falei para Mara Grebogy, psicóloga, arteterapeuta, arista plástica e irmã

de alma, “Mara, você toma primeiro, se você ficar bem, eu tomo depois”. Então combinamos o

dia e hora para nosso ritual. E conforme combinado nos encontramos para esse momento tão

esperado no jardim, no lugar onde está a pedra da meditação. Pedimos permissão para o

espírito das plantas e com muito respeito iniciamos o ritual. Mara tomou somente 1 gotinha,

eu esperei 1 minuto... ela estava inteira, então eu também tomei uma gotinha... e de repente

senti uma energia percorrendo por todo o corpo como uma bola de pebolim! Na cabeça, na

garganta, no tórax, na base, e para cima de novo e assim, o corpo ficou pulsando e expandindo

por vários minutos, foi surreal... Depois, a outra amiga maravilhosa, minha terapeuta Sheila

Monteiro, experimentou da mesma forma, e me deu feedback positivo!


E foi assim, que aquilo que foi feito de forma despretensiosa, foi alçado para algo muito mais

especial. Tinha chegado a hora de dar uma assinatura olfativa para esta fórmula que batizei de

EV 77 SETE ERVAS. EV significa Essência Vibracional.


Hoje eu percebo, como a espiritualidade encontra sempre um jeito para que o que tenha que

ser feito, aconteça! Se tivessem me falado no início que isto não era somente um experimento

básico e temporário mas o início do Jardim em Gotas, provavelmente eu não teria acreditado,

e talvez até teria fugido assustada!


Mas ao mesmo tempo vejo que um dia eu sonhei que eu queria fazer minha própria essência

vibracional, meus próprios florais, com o que o jardim estava me entregando na palma de

minha mão. Não era isso o que eu queria? Sim, era isso! E já estava acontecendo... Incrível

não é?

Comments


bottom of page